O nosso ideal

Queremos desenvolver a cultura cervejeira. Desfrutar de boas e artesanais cervejas. Incentivando que as façam!



Movimento Slow Bier

O Slow Food é um movimento que nasceu na Itália nos anos 80 e consiste em defender o consumo de alimentos artesanais e orgânicos, cuja produção respeite o meio ambiente e também a saúde dos consumidores.
Ainda, na contramão do fast-food que se incorporou à rotina de correria da vida nas grandes cidades, os seguidores da filosofia Slow Food defendem as tradições regionais e o prazer de saborear alimentos com tranquilidade e a valorização da qualidade de vida.
O movimento também engloba ações de conscientização promovidas pela sociedade e atitudes cobradas dos governos para incentivar a produção e consumo desses alimentos, como redução da carga tributária e políticas públicas.
O Slow Bier nasceu na Alemanha há alguns anos inspirado no movimento Slow Food, acompanhando essa tendência mundial, e sua filosofia é defender e prestigiar as cervejarias de pequeno porte .
As micro fabricam preferindo em seu processo de produção práticas social e ambientalmente responsáveis, além do que produzem sem adição de conservantes artificias, com base na Lei de Pureza Alemã de 1516 que admite apenas malte, lúpulo e água na composição da cerveja, gerando um alimento com maior integridade.
Também não é segredo que o processo de fabricação artesanal gera muito menos impactos no meio ambiente que o processo industrial.
A idéia do movimento ainda, é criar entidades de representatividade social regionais, como associações e cobrar ações de proteção comercial junto ao governo, como incentivos fiscais, para que as pequenas cervejarias sobrevivam no mercado, movimentando a economia local e gerando empregos.
Aqui no Brasil os precursores do movimento estão em Minas, sendo que o Slow Bier Brasil foi apresentado dia 25 de abril desse ano - dia em que simultâneamente ocorreu um evento semelhante na Alemanha - no Frei Tuck Slow Beer, referência cervejeira em Belo Horizonte . Também em Minas o movimento é defendido pelo Instituto de Convivialidade e Cultura Alimentar, em Tiradentes. A entidade promove eventos ligados à gastronomia e estimula o cultivo de hortas em escolas.
O Símbolo do movimento é esse bichinho-preguiça.
Mas todo mundo pode ajudar o movimento, apenas incorporando pequenos hábitos à sua rotina, preferindo alimentos e bebidas artesanais produzidos com responsabilidade. Na Alemanha começou como The Craft Beer Renaissance (algo como Renascimento da Cerveja Artesanal), se espalhou pela Europa e, posteriormente, chegou aos Estados Unidos como The Microbrewery Revolution (revolução da microcervejaria). O movimento pretende ser a voz de microscervejeiros que levantam a bandeira da tradição milenar de produção de cerveja. A principal ação desses verdadeiros guerreiros da cruz de malte é o festival anual Slow Bier, em Oberfranken, na Alemanha, que é uma região da Baviera onde se encontra a maior concentração de cervejarias do mundo. São mais de 200 pequenas cervejarias responsáveis pela produção de variados tipos de cervejas.
Fonte: loiraegelada.blogspot.com e beleza.terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário