O nosso ideal

Queremos desenvolver a cultura cervejeira. Desfrutar de boas e artesanais cervejas. Incentivando que as façam!



Avaliações de cervejas 6/6 -Duas Wäls Caipira e 42

Nesse post eu avalio duas cervejas da cervejaria Wäls de Belo Horizonte. Existem avaliações colocando essas cervejas com ótima qualificação e outras quase que ridicularizando essas produções. O que será que tem dentro destas garrafas que geram esses comentários tão diferentes? Eles dizem que produzem obras de arte, vamos ver.

As duas são engarrafadas nessa elegante garrafa pequena de champagne e rolhadas com rolhas sintéticas. São mais fáceis de abrir do que as rolhas naturais que muitas vezes trancam nas garrafas de cervejas.
A 42 foi produzida junto com os "Googlers". Nunca entendi muito bem essa história, mas o número 42 tem um mistério bem interessante no mundo dos geeks. A caipira foi produzida junto com o cervejeiro Garret Oliver da cervejaria Brooklyn de Nova Iorque. O cara é bom nisso não tem como negar. As duas seguem o estilo Farmhouse Ale ou Saison. Com a mesma graduação aloólica de 6,5%.

Aos Olhos: A 42 é mais âmbar, tons alaranjados. A Caipira é amarela. As duas turvas pela presença da levedura que refermentou na garrafa.. Bonitas cervejas com boa formação de espuma e persistência. Mesmo turvas elas tem um brilho no copo.

Ao Nariz:: A 42 tem bastante frutado e floral. A Caipira tem aroma cítrico e picante.

À Boca: Sabores de malte e cítrico para a 42. A 42 é bem equilibrada no amargor que é leve. Alta carbonatação nas duas cervejas conforme o estilo. A Caipira tem o sabor de rapadura pela cana de açúcar utilizada em sua receita. Mas não é doce, seca na medida e um dulçor residual que não atrapalha.. Um toque de uva branca deve ser consequência de alguma levedura de champagne colocada para refermentação.Picante no paladar também.  O corpo da 42 é leve de acordo com o estilo e a Caipira é "super" leve. A caipira tem uma acidez interessante.

Algumas opiniões e sensações: 
A 42 tem ingredientes como amêndoas, café, abacaxi e limão. O cítrico é evidente talvez puxando mais para o abacaxi, mas os outros ingredientes não se destacam.e fazem parte do todo, mas eu gostaria de encontrar um caráter maior de café e amêndoas. Poderia ser menos maltada e mais seca. Detalhes que não comprometem em avaliar como uma boa cerveja refrescante. A Caipira não encontrou um balanço ideal com a proposta. Também não compromete muito, mas não é uma cerveja que motive uma segunda compra. Para a minha opinião de consumidor devo levar em conta também a sensação do bolso. As duas cervejas prometem mais do que entregam. O preço não combina com elas. Entre R$18,00 a R$32,00, dependendo onde vamos comprar, é caro para 375ml destas cervejas. Sem discussões de que cervejas especiais são caras e a produção limitada. Eu como consumidor não tenho o desejo de comprar novamente. Repeti a compra para fazer essa degustação :p . Na primeira vez que degustei já havia constatado isso. Se a ideia era motivar a compra com a novidade e a propaganda feita acho que a cervejaria obteve sucesso. Obra de arte ainda não.
Para não acharem que estou detonando a Wäls... Experimentem a Pilsen e a Brut, vale a pena.

Veja as outras publicações no blog.Tirando a prova nas avaliações  1 2 3 4 5 s/n

Nenhum comentário:

Postar um comentário