O nosso ideal

Queremos desenvolver a cultura cervejeira. Desfrutar de boas e artesanais cervejas. Incentivando que as façam!



Tipos psicológicos e suas cervejas II

Seguindo a visão Junguiana do bar. (ver primeira parte)

Segunda parte. Mais 8 tipos. Agora  OS INTROVERTIDOS.

"A cerveja é um produto multifacetado e pode ser apreciado por pessoas de todos os temperamentos e estilos de vida." Dr. Wolfgang Stempfl

9 Introvertido, função principal intuição, função auxiliar sentimento

Palavra-chave: Intuição

Originalidade! Com sua perseverança atinge seus objetivos. Não mede esforços para o seu trabalho. Tem claras convicções, mas sempre com o sentido do coletivo. Sem impor nada. Gosta de servir ao bem comum. No bar consegue seguidores em suas idéias bem fundamentadas e bastante inovadoras com muita energia pessoal.

Sua cerveja? Gotlich Divina

Uma pilsen com a adição de guaraná da amazõnia em sua fórmula. Uma cerveja diferente e original. O cervejeiro Leonardo Botto ainda introduziu o dry hopping para o lúpulo estar mais presente nesta cerveja energética.











10 Introvertido, função principal sentimento, função auxiliar intuição

Palavra-chave: Idealismo

Um idealista reservado! Desapegado as questões materiais. Com boa capacidade de expressão quando se sente a vontade na mesa do bar pode se envolver com assuntos que julga importante. Planejador de longo prazo pode se desviar para sonhos impossíveis. Um amigo leal.

Sua cerveja? Bamberg Alt

O estilo Altbier da cidade de Dusseldorf não é muito produzido no Brasil. Para fazer essa cerveja é necessário muito empenho do cervejeiro com estudos e experiências até chegar no processo ideal. Esse estilo poucas cervejarias se arriscam a produzir e está ficando esquecido.











11 Introvertido, função principal intuição, função auxiliar pensamento

Palavra-chave: Lógica

Logicamente perspicaz! Pode ser intuitivo e obsessivo com uma ideia. Incansável e crítico pode parecer inconveniente em algumas situações. Exigente precisa aprender a ceder. O grupo já sabe que ele é esquisitão, mas gosta do maluco que tem muito talento e por vezes anima a roda de amigos.

Sua cerveja? Flying Dog Gonzo


Uma Imperial Porter marcante. Maltes tostados em profusão, com amargor intenso e álcool de 7,8%ABV não é para um bebedor principiante. O jornalista Humter Thompson foi quem originou o estilo Gonzo de narrativa sem objetividade. Os rótulos da cervejaria são uma arte de gosto duvidoso. A maluquice esconde a competência para fazer algo que surpreende.









12 Introvertido, função principal pensamento, função auxiliar intuição

Palavra-chave: Precisão

Curioso! Usa de capacidade analítica para resolver problemas precisamente. Suas análises teóricas, tática da partida de seu time, não são chatas porque carrega um forte embasamento. Vai para o bar sempre com os mesmos amigos. Gosta de ser útil ao grupo mas se limita a assuntos de ordem científica variada sem abordar questões pessoais. Prefere beber em casa e as vezes some da turma.

Sua cerveja? Batemans Triple XB

Essa cerveja ganhou 5 vezes prêmios de melhor da Inglaterra. Se diz no rótulo uma Pale Ale, mas é mais. Uma XB com trigo e amargor certeiro. Complexo aroma. “Good Honest Ales” como a frase da cervejaria Batemans  encaixa bem em suas cervejas.










13 Introvertido, função principal sensação, função auxiliar sentimento

Palavra-chave: Dedicação

Dedicado! Dê uma tarefa e ele faz e traz o relatório. Sempre preocupado com os outros. Muito amigo e bom ouvinte. Parecem calmos e equilibrados mas possuem grande carga emocional interior. Consistentes e conservadores. No bar podem ser a voz sensata do grupo ou o chato que reclama de tudo de forma polida e acabando como o saco de todas as pessoas na mesa.

Sua cerveja? Coopers Vintage

Australiana de “responsa”. Cerveja com amadeirados de Carvalho. Descansa por longos períodos em barris para amadurecer e ganhar complexidade. Ainda ganha uma segunda refermentação na garrafa para ser de guarda adquirir novos aromas e sabores. Álcool pronunciado de 7,5%










14 Introvertido, função principal sentimento, função auxiliar sensação

Palavra-chave: Artes

Silencioso! Gentil e despreocupado. Trabalham por ideais e dificilmente expressam seus sentimentos falando. De alguma forma utilizam seu trabalho para extravasar, por vezes através da arte. No bar bebe sozinho ou em pequenos grupos de amigos que já entendem o seu “jeitão”. Volta e meia se desentende com um amigo e não resolve nunca a questão. Sua saída é se afastar, mas quando questionado diz que está tudo bem.

Sua cerveja? La Trappe Quadrupel


Única cerveja com o selo de Original Trapista fora da Bélgica. Complexidade adquirida nos barris de carvalho no silêncio de adegas. Álcool presente com 10% ABV nessa holandesa. Uma experiência a cada gole. Essa cerveja de guarda não tem data de validade










15 Introvertido, função principal sensação, função auxiliar pensamento.

Palavra-chave: Defesa das Instituições

Cuidadoso! Sério. Disciplinado e calado. Não gostam de meias palavras. Vai no bar para tomar a cerveja que pensou em casa e nada muda seu caminho. Ajuda o próximo se bater em sua porta. Mesa cheia no bar somente em aniversário que foi obrigado a ir. Defende internamente somente uma escola cervejeira que é convicto de ser a melhor. É seu amigo se for do mesmo time ou inimigo se for do adversário local.

Sua cerveja? Westvleteren 12


Autêntica Trapista e por muitos considerada a melhor cerveja do mundo. Somente pode ser comprada na Abadia de Saint Sixtus de Westvleteren, no município belga de Vleteren. Segue-se um rigoroso protocolo para encomendar e buscar a limitadíssima produção. Não possui rótulo. Quem a quiser está lá desde 1838. A12” é produzida desde 1940 e tem atraído fãs fervorosos. A vocação dos monges, além de fazer cerveja e não gostam de falar sobre isso, é ora e labora. Os religiosos não são proibidos de consumir sua cerveja.





16 Introvertido, função principal pensamento, função auxiliar sensação

Palavra-chave: Temeridade

Espectador! Discreto e com um bom humor peculiar. Observador da mesa de bar de cada conversa que desenrola em paralelo. Gosta de mostrar seu equipamento de fazer cerveja que demorou 3 anos para construir e raramente usa. Se precisar de uma avaliação de alguma situação ou coisa pergunte para ele. Avaliar é com ele.

Sua cerveja? Old Engine Oil


Ken Brooker , primeiro mestre-cervejeiro da Harviestoun,  fazia protótipos de madeira para a Ford. Cerveja de cor negra intensa que lembra óleo de motor como sugere o rótulo. Aroma de chocolate para agradar os exigentes. Longe de ser doce mostra personalidade. Para o bom observador o ratinho da tampa instiga a curiosidade. Quando maturada em barris de whisky dão origem a família Ola Dubh. São cinco tipos, conforme a idade dos barris: 12, 16, 18, 30 e 40 anos. Nesse caso as garrafas são numeradas.





Boas cervejas a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário